Obesidade Infantil ganha reforço estratégico

Rio de Janeiro, 16 de setembro de 2019 - O Instituto Desiderata, que há 16 anos desenvolve soluções em saúde pública para crianças e adolescentes no Rio de Janeiro, deu mais um passo estratégico para o desenho e consolidação de suas ações na área de obesidade infantojuvenil, inaugurada este ano. Reuniu mais de 35 especialistas, entre representantes das Secretarias Municipal e Estadual de Saúde, Ministério da Saúde, pesquisadores e estudantes de ligas acadêmicas no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, para debater, em um formato criativo, ações de prevenção e enfrentamento da obesidade em crianças e adolescentes no Rio de Janeiro.

“Reunir especialistas de diferentes áreas de conhecimento por um dia para refletir os desafios e potencialidades do cuidado à obesidade infantil e de adolescentes é uma oportunidade única”, afirma a gerente de Saúde do Desiderata, Laurenice Pires. “Construir um planejamento a partir de construções coletivas contribui para que as escolhas futuras sejam mais assertivas e efetivas, em especial para um tema tão relevante quanto esse”.

O evento, chamado de “Café com Ideias: ações de prevenção e enfrentamento da obesidade em crianças e adolescentes no Rio de Janeiro”, aconteceu em dois momentos. No primeiro, o Desiderata apresentou um panorama da sua forma de atuação nos últimos 16 anos, baseada em pesquisa, mobilização e advocacy como estratégia para ações de impacto na saúde pública, visando melhorar o acesso e o tratamento para crianças e adolescentes com câncer no Rio de Janeiro. Após a apresentação, os participantes escolheram seus grupos de discussão mais alinhados ao tema em que atuam e debateram sobre as linhas de ação prioritárias para a atuação na área da saúde pública relacionada à obesidade infantojuvenil.

A importância da inclusão estratégica do tema da obesidade em crianças como um dos fatores de risco para o câncer em adultos foi um dos assuntos debatidos. Foram apresentados ainda os principais temas relacionados à prevenção e enfretamento da obesidade em crianças e adolescentes: advocacy no legislativo, buscando a taxação e rotulagem frontal de alimentos ultraprocessados, o ambiente alimentar e suas implicações na prevenção e agravamento da obesidade, a elaboração de uma linha de cuidado para o tratamento da obesidade e ações de educação alimentar e nutricional.

Ao final do evento, um grande painel gráfico foi montado a partir das soluções apresentadas pelos grupos. “O evento mostrou claramente que a obesidade precisa deixar de ser apenas um problema e deve ser visto como ação necessária”, afirma a analista de Obesidade do Desiderata, Elisa Mendonça. “A sociedade também precisa tomar para si esse cuidado”.

Sobre o Desiderata

O Instituto Desiderata é uma OSCIP, fundada há 15 anos no Rio de Janeiro, que sonha em ver crianças e adolescentes brasileiros entre os mais saudáveis do mundo. Eleita uma das 100 melhores ONGs do Brasil pelo Instituto Doar, constrói uma história inovadora com gestores públicos e organizações buscando soluções que garantam prevenção, diagnóstico e cuidado tempestivos para a saúde infantojuvenil. Realiza ações de mobilização e articulação entre o setor público e a sociedade civil, capacitação de profissionais de saúde, humanização do tratamento e produção e disseminação de conhecimento na área. Desde o início, trabalha para mudar a realidade do câncer infantojuvenil no Rio de Janeiro. Em 2019, amplia sua atuação para outras doenças crônicas não-transmissíveis e fatores de risco, como a obesidade infantil.