Desiderata realiza o 5° Fórum de Oncologia Pediátrica

Rio de Janeiro, 08 de agosto de 2019. – O Instituto Desiderata, que há 15 anos promove soluções para a saúde pública de crianças e adolescentes, realizará nos dias 30 de setembro, 01 e 02 de outubro, o 5º Fórum de Oncologia Pediátrica (FOP), na sede da Firjan, no Rio de Janeiro. Espaço de referência nacional na discussão sobre oncologia pediátrica na rede pública de saúde, o evento terá como tema central as experiências de ações em rede, inovação e advocacy e contará com a presença de grandes nomes nacionais e internacionais em mesas de debates, cursos, oficinas e grupos de trabalho. A Coordenação Científica, este ano, ficará a cargo da oncologista pediátrica e pesquisadora do Instituto Nacional do Câncer (INCA-RJ), Beatriz de Camargo.

“Esta quinta edição traz uma reflexão necessária do quanto avançamos nos últimos cinco anos e como podemos, no novo cenário que o país atravessa, colaborar em rede para o avanço do diagnóstico precoce na saúde pública infantojuvenil”, diz a Diretora Executiva do Desiderata, Roberta Costa Marques. “Vamos realizar uma reunião sobre a Iniciativa Global da ONU para o Câncer Infantil e reuniremos representantes nacionais e latinoamericanos das mais variadas esferas de atuação para compartilhar experiências e soluções inovadoras para o câncer infantojuvenil”, afirma.

Alguns destaques da edição deste ano são: a presença de uma das maiores referências mundiais no câncer em crianças e adolescentes, o oncologista pediátrico Dr. Carlos Galindo (Hospital St. Jude - EUA), que discutirá a importância de assegurar políticas públicas que garantam cuidados equânimes para crianças e adolescentes com câncer em diferentes contextos; experiências latinoamericanas em redes de atenção na oncologia pediátrica; a padronização dos registros de câncer pediátrico, com a presença da epidemiologista Gemma Gatta (Fundação IRCCS Instituto Nacional do Câncer, Itália) e de especialistas nacionais; debates e cursos sobre Cuidados Paliativos Pediátricos e a 1ª edição do
I Seminário Direitos Sociais em Oncologia Pediátrica.

Idealizado pela rede do Unidos pela Cura (UPC) e realizado pelo Instituto Desiderata, o evento cria um espaço coletivo para troca de experiências e discussões sobre o câncer infantojuvenil e gera propostas que influenciam na redefinição ou implementação de políticas públicas. “A importância do Fórum vai além de ser um espaço de debates para políticas públicas na oncologia pediátrica: ele formaliza um compromisso com a oncologia pediátrica na saúde pública do Rio de Janeiro”, explica a Gerente de Saúde do Desiderata, Laurenice Pires.

Ao final do evento, uma Carta de Recomendação é elaborada com propostas para melhorar a rede de cuidados do câncer infantojuvenil, formalizando um acordo entre instituições fundamentais para ações na área. Uma vez aprovada, ela é entregue aos gestores de saúde, representantes de universidades e Organizações Não Governamentais. Os avanços e desafios são monitorados pelo Instituto Desiderata entre cada edição e apresentados no Fórum seguinte.

Sobre o Desiderata

O Instituto Desiderata é uma OSCIP, fundada há 15 anos no Rio de Janeiro, que sonha em ver crianças e adolescentes brasileiros entre os mais saudáveis do mundo. Eleita uma das 100 melhores ONGs do Brasil pelo Instituto Doar, constrói uma história inovadora com gestores públicos e organizações buscando soluções que garantam prevenção, diagnóstico e cuidado tempestivos para a saúde infantojuvenil. Realiza ações de mobilização e articulação entre o setor público e a sociedade civil, capacitação de profissionais de saúde, humanização do tratamento e produção e disseminação de conhecimento na área. Desde o início, trabalha para mudar a realidade do câncer infantojuvenil no Rio de Janeiro. Em 2019, amplia sua atuação para outras doenças crônicas não-transmissíveis e fatores de risco, como a obesidade infantil.