Desiderata e UICC juntos no Dia Mundial do Câncer

Hoje é Dia Mundial do Câncer e o Desiderata, que há 15 anos contribui para a melhoria da saúde pública de crianças e adolescentes no Rio de Janeiro, uniu-se à União Internacional para o Controle Câncer (UICC) em uma campanha mundial para aumentar a conscientização popular e o acesso à detecção, exames e diagnóstico precoce. Aumento das taxas de sobrevivência, redução de custos do tratamento – de 2 a 4 vezes menor - e melhoria na qualidade de vida são alguns dos benefícios trazidos pelo diagnóstico precoce da doença.

“O público infantojuvenil, que é nosso foco de atuação, é muito vulnerável porque frequentemente não identifica e comunica seus sintomas iniciais com facilidade. Além disso, os sinais e sintomas do câncer se confundem com outras doenças comuns nessa faixa etária, tornando mais difícil a suspeita pelo profissional de saúde”, afirma a diretora do Instituto Desiderata, Roberta Costa Marques. “Mas a boa notícia é que o câncer, nessa idade, costuma ser o mais tratável e curável se houver um diagnóstico precoce”, diz. O atraso na detecção pode ser evitado com educação sobre sinais e sintomas e capacitação de profissionais, algo que o Desiderata realiza desde 2007 e que será ampliado em 2019 e 2020 para todo o Estado do Rio de Janeiro, com a capacitação de cerca de 80 registradores de câncer do Sistema Único de Saúde (SUS) e 1.600 profissionais de saúde de todos os 92 municípios.

Para aumentar a conscientização corporal por crianças e adolescentes, o Instituto Desiderata apoiou a realização de uma oficina, criada pela Professora Titular do Instituto de Microbiologia da UFRJ Ângela Hampshire e a fundadora do Instituto ZenCancer e professora de yoga, Luciana Lobo, que apresentou o universo celular em uma linguagem acessível e lúdica a crianças em tratamento para câncer no Hospital IPPMG, da UFRJ. Exercícios de respiração e sensações corporais, massinha de modelar para montar as estruturas celulares, leitura de histórias e desenhos do corpo humano foram algumas das atividades criadas que ampliaram o conhecimento da própria realidade corporal.

Além disso, nas Redes Sociais do Desiderata, a data inspirou o início de uma campanha, em parceria com a UICC, que reúne depoimentos e informações sobre a doença no mundo e no Brasil, incitando os visitantes a realizarem pequenas ações e atitudes em prol do aumento da conscientização e atuação pela causa. Convidamos a todos a conhecer e a agir acessando nosso perfil no Facebook e Instagram, enviando suas histórias ou compartilhando essas informações nas redes pessoais.

Sobre o Desiderata

O Instituto Desiderata, fundado há 15 anos no Rio de Janeiro, constrói uma história inovadora de atuação conjunta com gestores públicos e organizações buscando soluções que garantam a prevenção, diagnóstico e cuidado tempestivos para a saúde de crianças e adolescentes. Realiza ações de mobilização, capacitação de profissionais de saúde, humanização do tratamento e produção e disseminação de conhecimento na área. Desde seu início, trabalha para mudar a realidade do câncer infantojuvenil no Rio de Janeiro. Em 2019, amplia sua atuação para outras doenças crônicas não transmissíveis e fatores de risco, como a obesidade infantil.