Desiderata e BemTV fazem parceria para falar sobre alimentação saudável com jovens

Ação contou com roda de conversa e oficina para criar vídeos voltados para estudantes sobre a lei que proíbe ultraprocessados nas escolas

Desiderata e BemTV fazem encontro com jovens para produção de vídeo sobre alimentação saudável nas escolas.

O Instituto Desiderata realizou, nesta sexta-feira (31/05), uma ação com jovens comunicadores populares da BemTV- Educação e Comunicação, com o objetivo de fortalecer a lei que restringe a oferta e comercialização de alimentos ultraprocessados nas escolas.

O encontro aconteceu, em Niterói, no Rio de Janeiro, e foi dividido em dois momentos, sendo o primeiro uma roda de conversa que tratou de temas como o direito à alimentação saudável e adequada em ambientes escolares, a dimensão política e econômica da alimentação, e reeducação e transtornos alimentares.

Os jovens, com idades entre 17 e 29 anos, puderam entender melhor as questões que envolvem os alimentos ultraprocessados e refletir sobre as barreiras que impedem uma boa alimentação. A conversa foi mediada por Carolina Rocha, analista de Saúde da Gerência de Obesidade do Instituto de Desiderata, e por Matheus Magalhães, coordenador do Projeto Jovens Comunicadores da BemTV.

No segundo momento, foi realizada uma oficina para a criação de um roteiro, onde os jovens aprofundaram o conhecimento em audiovisual e desenvolveram ideias de vídeos com a temática da alimentação adequada e saudável. A ideia é que os roteiros se transformem em vídeos institucionais do Desiderata voltados para estudantes de escolas públicas e privadas. A mediação da oficina também foi realizada por Matheus Magalhães e contou com a participação de Milena Silva e Fernanda Quevedo, consultoras do Instituto Desiderata.

“É importante que possamos dialogar sobre o direito à alimentação no ambiente escolar e cumprir o que está disposto no Estatuto da Criança e Adolescente. A escola é um espaço para aprender além da comida”, afirmou Carolina Rocha.