Panorama da Oncologia Pediátrica

Produção e consolidação de informações sobre oncologia pediátrica, que possibilitam a avaliação dos avanços e desafios do tratamento.

A produção de informações em saúde é um compromisso que precisa ser assumido por todos os que desejam e trabalham por uma saúde pública eficiente. Encontrar informações consolidadas sobre oncologia pediátrica é um desafio. Nacionalmente há duas publicações do Instituto Nacional do Câncer sobre o tema: “Câncer na criança e no adolescente no Brasil (2008)” e “Incidência, mortalidade e morbidade hospitalar por câncer em crianças, adolescentes e adultos jovens no Brasil: informações dos registros de câncer e do sistema de mortalidade (2016)”.

Desde 2014, o Instituto Desiderata trabalha em parceria com a Fundação do Câncer e o Instituto Nacional de Câncer com o objetivo de produzir informações que evidenciam o cenário da oncologia pediátrica no Rio de Janeiro. Desde o primeiro boletim “Panorama da Oncologia Pediátrica”, monitoramos dados como incidência, mortalidade, atendimentos em hospitais habilitados ou com serviço de oncologia pediátrica, hospitais com Registro Hospitalar de Câncer, tempo de espera para o atendimento, qualidade do registro e estadiamento.

O Instituto Desiderata, ao buscar a efetivação de políticas públicas que ampliem o diagnóstico precoce e o tratamento de qualidade, assume o compromisso de também contribuir para a divulgação e transparência da informação, entendendo seu valor tanto no cotidiano do serviço, permitindo a revisão de práticas assistenciais, como no planejamento de políticas e ações estratégicas. A qualidade da informação está intrinsecamente relacionada ao seu uso, por isso, consideramos necessário que profissionais de saúde, pacientes, cuidadores, pesquisadores utilizem estas informações na sua prática profissional.

Principais resultados

Produção de panoramas anuais, desde 2014.

Premiação recebida no 20º Encontro da Associação Brasileira dos Registradores de Câncer (2017).

Divulgação em congressos nacionais e internacionais.

Expansão do Boletim Panorama para São Paulo e Rio Grande do Sul através de parcerias com instituições locais.